quarta-feira, 21 de março de 2012

Criação e gerenciamento de partições - Linux

A tarefa inicial quando se deseja instalar um sistema  operacional é preparar o disco rígido, criando  uma estrutura pré-definida, para que se possa armazenar os dados. Isso deve ser principalmente usado quando se deseja instalar mais de um sistema operacional. 


Especificando.

  • Formatando disco
Etapa em se formata("limpa") setores e trilhas no disco. ^-^

Figura 1 - Estrutura de disco



"Um desenho vale por mil palavras" 



Apos formatar é necessário criar as partições facilitando assim o gerenciamento do disco. Existem diversos utilitários para o gerenciamento de partições em sistemas GNU/Linux. Os mais populares são: gparted, cfdiskfdisk 


GPARTED
É um editor de gerenciamento de partições gráfico.


Características
  • Executar ações com partição, tais como:
    • criar ou excluir
    • redimensionar ou mover
    • verificar
    • rótulo
    • copiar e colar
  • Manipular sistemas de arquivo, tais como:
    • ext2 / et3 / ext4
    • xfs
    • ufs
    • reiserfs / reiser4
    • ntfs
    • fat16 / fat32
    • linux-swap
    • btrfs
    • HFS / HFS +
    • nilfs2


CFDISK
Programa simples e eficaz, de modo texto. Sistema mais intuitivo que o fdisk. Para acessar o sistema basta digitar o comando + partição:
Ex: cfdisk /dev/hda


Estando no sistema, use teclas para cima, baixo e lado para escolher a opção desejada.

OPÇÕES:
Delete : apaga a partição transformando em espaço livre
Create: cria uma partição usando espaços livres.
Maximeze: Redimensiona uma partição.
Type: Altera o sistema de arquivos da partição (swap, ext3)
Write: Salva as alterações
Quit:  Sai do programa


FDISK
É um programa de menus para criação e manipulação de tabelas de partição, permitindo criar, destruir, redimensionar, mover e copiar partições em um disco rígido. A partição é um nome do dispositivo seguido por um numero de partições. O disco pode ter até 15 partições;

         EX de partição: /dev/hda1


principais opções:
-L - Lista as tabelas de partição.
-U - Ao listar a tabela de partições da o tamanho em setores em vez de cilindros.
-S partição: o tamanho da partição é impresso sobre a saída padrão.

Para iniciar o fdisk em modo interativo, passe como parâmetro para ele o nome do disco ao qual deseja efetuar.
                          Ex: # fdisk /dev/hda
Estando no modo interativo digite "m" para exibir a ajuda do fdisk:



Opções:
Comando - ação
a - alterna a opção "inicializável"
b -  edita rótulo BSD no disco
c - alterna a opção "compatibilidade"
d - exclui uma partição
l - lista os tipos de partição conhecidos
m - mostra este menu
n - cria uma nova partição
o - cria uma nova tabela de partições DOS vazia
p - mostra a tabela de partições
q - sai sem salvar as alterações
s - cria um novo rótulo de disco Sun vazio
t - altera a identificação da partição para o sistema
u - altera as unidades das entradas mostradas
v - verifica a tabela de partições
w - grava a tabela no disco e sai
x - funcionalidade adicional (somente para usuários avançados)